Ondas

:: mozilla, portugues

By: Andre Alves Garzia

Então, você está organizando meetups, oficinas ou ensinando a Web, e está se perguntando qual a melhor forma de treinar seus facilitadores? Bom, eu não vou afirmar que eu sei qual a melhor forma de realizar esses treinamentos mas nesse pequeno artigo eu vou mostrar uma forma que funciona muito bem para mim, eu chamo de treinamento em ondas.

Em resumo, este método funciona treinando seus facilitadores em uma série de sessões com um número crescente de participantes até que todos os seus facilitadores estejam prontos.

Suponha que você queira ensinar a Web ajudando as pessoas a aprender sobre termos de pesquisa, palavras-chave e como avaliar a validade e a relevância do conteúdo que a gente encontra na Web E você tem um total de 8 pessoas que querem ajudá-lo como facilitadores.

Preparação (onda 0)

Como o primeiro facilitador, você deve fazer essa atividade por conta própria, sem qualquer outro participante. Esta é a fase de preparação onde você aprende em seu próprio ritmo sobre o material que você deseja ensinar.

Primeira sessão de treinamento (onda 1)

Convide duas pessoas daquele grupo de oito voluntários que falou que queria ajudar. Realize a atividade com eles sendo você o facilitador e eles os aprendizes. Nesse processo, cada facilitador é um aprendiz pelo menos uma vez. Depois que a oficina terminar, converse com o grupo sobre os detalhes da atividade, sobre o que funcionou bem e o que não funcionou direito e compartilhe com eles como foi sua experiência como facilitador deste grupo.

Segunda sessão de treinamento (onda 2)

Chame mais duas pessoas e realize a atividade tendo como facilitadores os voluntários que foram aprendizes na onda 1. Você apenas observa e ajuda somente se os facilitadores te chamarem. Ao final da atividade, converse com o grupo todo sobre a experiência focando na facilitação da atividade.

Terceira sessão de treinamento (onda 3)

Chame as quatro pessoas restantes. Os aprendizes da onda 2 e os facilitadores da onda 2 (que foram aprendizes na onda 1) atuam como facilitadores da atividade. Os aprendizes da onda 2 devem ser os facilitadores principais e os voluntários da onda 1 só ajudam se forem chamados. Ao final da atividade, converse com o grupo todo sobre a experiência focando na facilitação da atividade. Tanto os voluntários da onda 1 como os da onda 2 passaram por múltiplas sessões da atividade, tanto como facilitadores como aprendizes. Descubra com eles o que funcionou bem, o que eles gostaram e o que os aprendizes acharam que os facilitadores fizeram corretamente.

Resultado do treinamento em ondas.

Quando a sua onda final for finalizada, teremos o seguinte grupo:

  • 1 pessoa (você): Que passou pelo material quatro vezes e é a pessoa mais experiente no assunto.
  • 2 pessoas (onda 1): Que passaram pelo material três vezes e são bem experientes também.
  • 2 pessoas (onda 2): Que passaram pelo material duas vezes, uma vez como um aprendiz e uma vez como facilitadores.
  • 4 pessoas (onda 3): Que viram o material somente uma vez.

Uma vez que você comece dar suas oficinas, você poderá misturar voluntários de todas as ondas na sessão de modo que você obtenha um grupo de facilitadores que têm algumas pessoas que são mais experientes com o material junto com outras que o viram somente uma ou duas vezes. A partir daí, cada todo mundo cresce com cada sessão.

Percorrer o seu material em ondas como estas faz com que seus facilitadores realmente experimentem com o material antes de encontrar com os aprendizes. Esta abordagem leva tempo, mas realmente vale a pena e seus aprendizes vão acabar pensando que seus facilitadores são todas as pessoas mágicas que vieram ao mundo especialmente para ajudar a resolver os problemas deles.

Quantas ondas e quantos facilitadores dependerão de cada caso. Se você tem apenas duas pessoas, você pode considerar fazer 3 ondas, uma sozinho e uma para cada pessoa extra. Se o material for realmente complexo, você poderá repetir as ondas para que os facilitadores tenham mais chances de praticar antes das oficinas reais.

Conclusão

O treinamento em ondas é um processo longo pois exige que todos os facilitadores assistam a pelo menos uma sessão como um aprendiz e, em seguida, várias sessões como facilitadores em treinamento antes que as oficinas reais aconteçam. A quantidade de sessões de treinamento pode ser vista como um desperdício de tempo (por que não podemos ter uma única sessão de treinamento com todo mundo?), porém essa abordagem obtém resultados muito melhores do que outras formas, pois é baseada em praticar com o material. Facilitação é uma habilidade que é aprendida através da prática, dando a seus facilitadores mais oportunidades para praticar, você acaba com facilitadores melhores.

Comments? Questions? Feedback?

You can reach out to me on Twitter, or Mastodon, or Secure Scuttlebutt